Intolerável mundo novo

“Nous crayons seront toujours mieux taillés que vos balles”

O sangue dos jornalistas do Charlie Hebdo respingou no mundo todo, mas principalmente na classe jornalística, na qual me incluo.

Depois de morar por dois anos no sul da França, onde existe uma grande quantidade de muçulmanos – e também por se tratar de uma região famosa pela força da política de extrema direita (que se ergue cada dia com mais violência) – fico receosa com a repercussão e a proporção que esse fato pode vir a tomar.

Explicando o meu ponto de vista: o preconceito contra esse povo (muçulmano) é notório por lá. A partir desses acontecimentos, acredito que essa situação tende a piorar ainda mais. É a velha história de colocar tudo em um mesmo saco, de julgar todos como terroristas só porque praticam a mesma religião.

Na França acredito que a intolerância pode até (em casos mais extremos) se voltar aos estrangeiros de um modo geral, o que resultaria em uma onda xenofóbica sem precedentes. Por isso, vejo com tamanha importância a palavra do governo francês que reforça quase que diariamente que a guerra é contra o terrorismo e não contra o Islã. E meus olhos se voltam com enorme preocupação para determinadas publicações e jornais televisivos brasileiros que (não sei se por desconhecimento ou má fé) enaltecem o terror sem diferenciar seus atores dos praticantes da religião, promovendo um desserviço ao seu público.

Espero que o mundo todo se utilize desse lamentável episódio para repensar seus conceitos e preconceitos. Que isso sirva de lição para construirmos elementos de paz, tolerância e caridade. Em Caxias do Sul (onde recebemos diariamente imigrantes muçulmanos oriundos do norte africano) e no resto do mundo.

OBS.: deixo aqui o link com um resumo da edição mais recente do Charlie Hebdo. Para guardar na memória e para que esses atos nunca mais se repitam, sejam seus atores de qual lado estiverem.

http://migre.me/o7NzY

Anúncios
Categorias: 2015, Brasil, França | Tags: , , , , , | 1 Comentário

Navegação de Posts

Uma opinião sobre “Intolerável mundo novo

  1. Maria Ines p. Guarnieri

    Minha filha! sempre surpreendendo. Continue firme nesta carreira que tanto te emociona. Vejo que a saudade da França continua contigo. Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: